Regional

Será inaugurado em Tijuaçu Memorial Mariinha Rodrigues

Resultado de imagem para consciencia negra

Comunidade negra rural de Tijuaçu, pertencente ao município de Senhor do Bonfim – BA, que, em fevereiro de 2000, foi reconhecida como território quilombola, em sintonia com o Artigo 68, da Constituição Federal de 1988. O processo de reconhecimento dessa comunidade se arrastou pela década de 90, do século XX, quando a comunidade passou a receber visitas de técnicos da Fundação Cultural Palmares e dos vários setores do Movimento Negro da Bahia. A oralidade constituiu nossa fonte principal. Através dela pôde-se entender as diversas experiências vivenciadas pelos moradores de Tijuaçu. As lembranças sobre a ocupação do território e sobre os primeiros moradores estão presentes na fala dos mais velhos integrantes da comunidade quilombola, permitindo o mapeamento das experiências históricas acumuladas. Essas narrativas falam da trajetória do perímetro quilombola e remete a fundação desse território, a Mariinha Rodrigues, uma negra fugida do Recôncavo Baiano, que no início do século XIX, passa a viver nas matas da Fazenda Lagarto, hoje distrito de Tijuaçu.

                             Carmélia Aparecida Miranda – pesquisadora

Esse espaço estará sendo oferecido a comunidade, como espaço de interação e pesquisa, onde os estudantes tenha uma referência de seus ancestrais, valorizando a sua comunidade, e fortalecendo a sua Identidade.

Local: Escola Municipal de 1º Grau de Tijuaçu – Distrito de Tijuaçu

Dia: 25 de novembro de 2016.

Horário: 13h30mim às 21h

 

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios