Base de Rui racha na briga pela Assembleia

Resultado de imagem para marcelo nilo

Marcelo Nilo (PSL), presidente da Assembleia da Bahia nos últimos dez anos, distribuiu nota ontem assumindo que vai tentar disputar o sexto mandato. Ou seja, é candidato à reeleição mais uma vez.

O anúncio, a dois meses da eleição, tem a ver. O deputado Ângelo Coronel, com respaldo dos colegas de partido, o PSD, comandado por Otto Alencar, e Luiz Augusto, de João Leão, dizem que estão no páreo.

Coronel afirma que já votou em Marcelo cinco vezes e tem crédito. ‘Agora quero o voto dele. Só abro se ele apoiar Adolfo Menezes’.

Adolfo também é do partido de Otto e amigo pessoal de Marcelo, que diz não ser dono das suas vontades:

– Não sou candidato de mim mesmo. Tem mais de 40 deputados me pedindo.

A eleição será em fevereiro, mas com ela se vislumbra 2018. Há a queixa de que Marcelo está na presidência há muito tempo e com isso indicou os principais postos da Casa.

Marcelo, por sua vez, acha que só terá chance de almejar uma vaga na chapa de Rui Costa (o Senado) se ficar na presidência. Eis a questão.

Destaques — Marcelo Nilo (PSL), com 21 votos, Adolfo Viana (PSDB), com 14, Hildécio Meirelles (PMDB), com 13, e Alex da Piatã (PSD), com 11, foram eleitos ontem pelos jornalistas que cobrem a Assembleia como os Destaques de 2016. A entrega dos prêmios será dia 19.

Por Levi Vasconcelos

em - Regional

Envie um Comentário