Regional

BONFIM: Ministério Público de Bonfim vai apurar pagamento de funeral que custou quase R$ 20 mil

Paulo Machado velorio

O Ministério Público de Senhor do Bonfim, instaurou Inquérito Civil, na área, improbidade administrativa, aonde serão investigados o município de Senhor do Bonfim, Secretaria de Ação Social, e mais três funerárias do município.

Segundo levantamento do MP, por meio da Ação Social, a Prefeitura pagou o montante de R$19.800,00 (dezenove mil e oitocentos reais) pela realização do funeral do ex-prefeito de Senhor do Bonfim, Paulo Batista Machado, que faleceu no dia 29 de Maio em Salvador e foi sepultado em Senhor do Bonfim.

Diante da informação chegada a nossa redação, o site ivansilvanoticia manteve contato com membros da família Machado, e a ex-Secretaria de Ação Social, Camila Machado, filha do ex-prefeito Paulo Machado, afirmou que não sabia que tinha sido a prefeitura que tinha custeado o funeral do ex-prefeito “Quando chegamos a funerária fomos informados que todas as despesas já estariam pagas, não nos disseram que tinha sido a prefeitura nem também informaram que tinha sido todo esse valor. Agente pensou que tinha sido alguns amigos. Como pode, mesmo depois de morto não dão sossego a meu pai? ” questionou Camila Machado.

Paulo Machado morreu na noite da sexta-feira (29 de Maio 2016), além de Professor da UNEB, ele era  filósofo, teólogo, escritor, PhD, político, duas vezes vice-prefeito e prefeito da cidade de Senhor do Bonfim.

Ainda segundo o Ministério Público, no ano de 2014, a prefeitura por meio de dispensa de licitação, contratou empresa do ramo para fornecimento de materiais e serviços fúnebres para atender a população carente, com valor global estimado de R$148.050,00 (cento e. Quarenta oito mil e cinqüenta reais), conforme dispensa 0725/2014.

Considerando ainda que a prefeitura realizou em 2015 e 2016 os mesmos procedimentos para as mesmas finalidades, para atender famílias carentes, o MP já solicitou vasta documentação ao setor competente do município.

Em contato com o gerente da  empresa que realizou o funeral do ex-prefeito Paulo Machado, o mesmo declarou ao site ivansilvanoticia que está a disposição do Ministério “O valor exato não sei dizer, mas foi isso mesmo, por ele ser ex-prefeito pensei que ele tinha direito ao funeral. Mas esse valor foi referente a tudo: translado, preação do corpo, urna, coroas de flores, terno, documentação e cerimonial” explicou Gutemberg.

Quando faleceu em 2010, o ex-prefeito de Senhor do Bonfim, Cândido Augusto Martins, não teve funeral custeado pelo município, em contato com membros da família Martins, o site ivansilvanoticia recebeu a informação que todo funeral foi custeado pela família.

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios