ANTÔNIO GONÇALVES: Projeto de construção de cisterna nas escolas da rede municipal tem apoio de todos os vereadores

Começou a tramitar na Câmara de Antônio Gonçalves, Projeto de Lei do Legislativo, de autoria do vereador, Jurandy de Jesus Menezes (PT), que dispõe sobre Construção de Cisternas em Prédios Públicos municipais no Município de Antônio Gonçalves.

Segundo o vereador, as cisternas servirão para o aproveitamento das águas das chuvas. O projeto foi encaminhado para as comissões, e segundo o presidente da casa, Amilton Matos (PDT), o projeto deverá ser apreciado no final do mês de Maio.

Após a leitura do projeto, a palavra foi concedida a todos os vereadores presentes, que parabenizaram a iniciativa do colega Jurandy de Jesus.

Assuntos Pessoais

Jurandy de Jesus- Agradeceu a população que tem participado com frequência dos trabalhos da câmara. Na opinião do parlamentar,  o povo é formador de opinião pública, e as pessoas que participam da sessão, certamente depois comentam o que aconteceu na casa com as pessoas que não acompanharam os trabalhos debatidos na casa.

O vereador também foi solidário a família do professor, Paulo Cezar, e lamentou o assassinato do senhor Lalu, pai do professor, que no último sábado foi morto por assaltantes no município de Senhor do Bonfim.

Durante a Semana, o vereador esteve presente na reunião do Colegiado do Território do Piemonte Norte Itapicuru que aconteceu em Antônio Gonçalves, que contou com a participação de várias entidades. Além dos representantes dos municípios, também esteve no evento o Assessora da Secretaria dos Direitos Humanos da Bahia.

Jean Carlos – Lembrou ao líder da oposição, Jurandy de Jesus, que até o momento, nenhuma indicação, ou pedidos de providências de sua autoria que foram encaminhados ao governo municipal até o momento nunca foram atendidos: troca de lâmpadas, falta de água e patrolamento das estradas. Segundo Jean Carlos, as reivindicações foram para as localidades de Santana e Jiboia.  Outro problema lembrado por Jean Carlos foi com relação a defeito em bombas de poços artesianos.  O vereador também parabenizou o trabalho feito na rede da Lagoa Azul, e fez referência ao empenho do vereador Jurandy.

Também solicitou explicações ao líder do governo com relação a construção de uma obra que está sendo feita no Paulo Ferro, o vereador está querendo saber quem foi que autorizou a obra, “Estamos sem saber o que será feito no local, é um bar, ou uma lanchonete? Quem foi que autorizou”, cobrou o parlamentar.

Maria Genialda – Se referindo a pavimentação das Ruas do Bairro Copa Setenta, aonde abaixo assinados e indicações já foram encaminhados ao governo municipal, a vereador afirmou que infelizmente o papel do vereador é fazer requerimento, indicação e cobranças, infelizmente nesse Brasil não existe uma lei que obriga a prefeito a executar as nossas reivindicações.

A vereadora solicitou do município, providências a prefeita, no tocante a construção de uma fossa e a ligação de canos das residências. Ela lembrou que as casas populares foram feitas em local impróprio. Está preocupada porque se aproxima o inverno.

Amilton Matos – Com relação a cobrança da vereador, o presidente lembrou que esteve conversando com a prefeita a cerca de quinze dias, e a mesma já tinha autorizado o funcionário ir até o local fazer levantamento da área.  Segundo o líder do governo informou ao presidente, nesta quinta-feira (28), equipes das secretarias de meio ambiente e obras, visitarão o local para checar in loco o problema que tem tirado o sono dos moradores.

Diante de reportagem vista na TV com relação a educação em um dos municípios do Ceará, o vereador Amilton Matos, aproveitou para parabenizar a secretaria de Saúde e Educação pelo trabalho desenvolvido em Antônio Gonçalves, “Nessa matéria um professor dava aula segurando uma lanterna porque não tinha energia, e os alunos embaixo de uma lona. E às vezes criticam nossa saúde e  educação.  Hoje Antônio Gonçalves tem escolas com salas climatizadas, na saúde tem localidade que o médico visita as famílias em casa, então, não posso falar mal dessas duas pastas”, observou Vuzinha.

Sérgio Santos – Assim como aconteceu na última sessão, mais uma vez o vereador não falou nada, durante todos os trabalhos, o vereador permaneceu quieto, segundo ele, revelou nossa equipe que há tempo para falar, e tempo para se calar, fazendo menção a bíblia sagrada.

Por Ivan Silva

em - Regional

Envie um Comentário