Regional

Saída do PMDB da base do governo pode gerar “efeito dominó”

Saída do PMDB da base do governo pode gerar “efeito dominó”

O Palácio do Planalto avalia que o desembarque do PMDB, que deve ocorrer na próxima terça-feira (29), poderá gerar um efeito dominó, estimulando outros partidos da base, como PP, PR, PTB e PSD, a seguir o mesmo caminho.

A contabilidade feita pela coordenação política do governo alerta que o Planalto, hoje, conta com cerca de 130 votos seguros para barrar o impeachment, sendo necessários no mínimo 171 votos na Câmara dos Deputados. Neste momento, são votos certos contra o impedimento: PT, PC do B e PDT. Há ainda votos isolados em alguns partidos da base. O PSOL, partido de esquerda, também deve ficar contra o impeachment.

Portanto, a ordem é partir para as negociações individuais, com a redistribuição de cargos para os deputados. O governo já reconhece que será muito difícil sobreviver. Mas a avaliação é de que é preciso tentar barrar de todo jeito o impeachment na Câmara.

Fonte: Metro1

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock de Anúncios Detectado

Favor Desabilitar Bloqueador de Anúncios. Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios