Pressionado pelo PT, Ministro da Justiça decide deixar o Governo Dilma

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, deve deixar a pasta nesta semana. De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, pessoas da equipe da presidente Dilma Rousseff dizem que Cardozo já tomou a decisão. O ministro e Dilma já teriam até mesmo conversado sobre a eventual demissão. Se consolidada, a saída do titular da Justiça ocorrerá em um momento bastante delicado do governo Dilma, cada vez mais isolada no governo, em meio a denúncias que envolvem sua campanha eleitoral. Cardozo deixa o cargo em uma semana conturbada, em que podem ocorrer novas delações na Lava Jato. Pessoas próximas ao ministro dizem que ele tem sofrido pressão por parte do PT, partidos da base do governo, e de representantes de setores empresariais. Ele estaria sofrendo críticas “tanto da direita e principalmenrte quanto da esquerda”, dizem. À Folha, um interlocutor disse que Cardozo concluiu que estaria ajudando mais o governo saindo do cargo.

em - Regional

Envie um Comentário